Recadastramento termina neste domingo (17) e mais 8 mil servidores podem ficar sem receber salário

O recadastramento de servidores ativos do poder Executivo do Estado termina neste domingo (17) e aproximadamente 8,5 mil funcionários públicos ainda não atualizaram seus dados cadastrais. Deste total, a maior quantidade pertence à Secretaria da Educação do Estado, que ainda tem cinco mil servidores sem atualizar seus cadastros. Aqueles funcionários que não se recadastrarem até o dia 17 deste mês vão ter os salários suspensos.

>> Clique aqui para fazer o seu recadastramento

O recadastramento iniciou no dia 13 de junho, mas o Governo do Estado prorrogou duas vezes o prazo final, porque um contingente grande de servidores não atualizou seus dados cadastrais. A Secretaria da Administração fez, também, uma ampla campanha de comunicação, com divulgação em rádios, jornais, sites e TV. Não vai haver nova dilatação de prazo.

Dentre os cinco mil servidores da Secretaria da Educação (SEC) que ainda não se recadastraram, o maior contingente é composto de professores estaduais (2.500), seguido por estagiários do magistério (aproximadamente 800) e auxiliares administrativos (249). Outro órgão com grande número de funcionários que ainda não atualizaram seus dados é a Secretaria da Saúde (Sesab), com 1.279 pendentes de recadastramento. A SEC e a Sesab estão entre as secretarias com maior número de servidores do Estado, com muitos funcionários lotados no interior da Bahia.

Os funcionários do poder executivo do Estado que não atualizarem seus dados funcionais terão seus salários suspensos e poderão responder a processo administrativo, de acordo com o Decreto Estadual nº 15.960. O recadastramento é realizado a cada dois anos e é uma exigência legal.

Fonte: ASCOM / SEC

SEC_NTE_HORIZONTAL 26

TransformaÊ: Escolas estaduais são mobilizadas para a 2ª virada educacional na Bahia

 As escolas da rede estadual de ensino já estão sendo mobilizadas para a 2ª edição do #TransformaÊ: Virada Educacional Bahia, que acontecerá no dia 21 de setembro. Com o tema “Tomando Partido Pela Escola”, o projeto desenvolvido pela Secretaria da Educação do Estado terá 12 horas de atividades simultâneas nas unidades escolares da capital e interior. O objetivo é promover o protagonismo estudantil, por meio da apresentação de projetos de arte, esporte, cultura, ciência, inovação e empreendedorismo, que estão sendo desenvolvidos durante o ano letivo de 2017.

No Colégio Estadual Deputado Herculano Menezes, no bairro de Sussuarana, em Salvador, os estudantes preparam várias atividades. “Vamos apresentar diversas atividades com apresentações musicais, palestras, shows e mostra de talentos, com dança e poesia. Diversas atividades são desenvolvidas durante o ano e esta é uma grande oportunidade dos alunos mostrarem o trabalho para a comunidade escolar”, explicou a diretora Rosana Paim.

Para o estudante do 6º ano, Josué dos Santos, 15 anos, o #TransformaÊ é um momento de integração e diversão entre os colegas. “Na próxima semana estaremos iniciando os ensaios com diversas atividades. Pretendo participar da dança e estou compondo uma música para apresentar pela primeira vez na virada, com voz e violão. A unidade escolar está bastante animada com esta segunda edição”, destaca.

Fonte: ASCOM / SEC
SEC_NTE_HORIZONTAL 26

 

Fanfarras de escolas estaduais ensaiam para desfile do 7 de Setembro

 

Estudantes de colégios estaduais da capital e do interior se preparam para fazer bonito com as fanfarras durante o desfile do 7 de setembro, dia da Independência do Brasil. A fanfarra do Centro Estadual de Educação Profissional (Ceep) Luiz Navarro de Brito, que funciona no bairro da Lapinha, em Salvador, é uma delas. Os integrantes se reuniram da tarde desta segunda-feira (4) para mais um encontro antes do grande dia.

As amigas Yasmin Lopes e Camila Paiva entraram para a fanfarra há pouco tempo. Yasmin, 17 anos, faz parte do coreográfico e Camila, do cívico (que porta as bandeiras). Ambas viram na atividade uma possibilidade de integração. “Espero que dê tudo certo. Que a gente apresente o nosso melhor e que o público se impressione com a mensagem que a gente vai levar”, afirma Camila, 15, que está ansiosa para o primeiro desfile.

Já o veterano Wesley Ferreira, 19, toca em fanfarras há oito anos. O estudante se encontrou na tradição. “Quando você vê que leva jeito com uma coisa, você passa a gostar. Foi o que aconteceu comigo. Pretendo passar [o conhecimento] para outras pessoas, assim como passaram para mim. Assim como me ensinaram, eu quero continuar esse trabalho”, planeja o jovem, que integra a ala de instrumentistas, onde toca trombone de vara.

Promovidas pela Secretaria da Educação do Estado, as fanfarras escolares incentivam a participação dos estudantes em desfiles cívicos e funcionam como ambientes de aprendizagem e de incentivo ao protagonismo estudantil. “Além de trazer esses meninos para escola, evitando que fiquem na rua, eles aprendem a tocar um instrumento e socializam com os demais. Pedagogicamente, é muito importante porque nós observamos uma melhora no comportamento e na disciplina dentro da sala de aula. Eles passam a se dedicar mais”, avalia a diretora do Ceep Luiz Navarro de Brito, Silvana Lima.

Fonte: ASCOM / SEC

SEC_NTE_HORIZONTAL 26

Estudantes participam de intensivo para as provas do ENEM

 

Os estudantes do Ensino Médio do Colégio Estadual Frederico Costa, localizado no bairro de Vila Laura, em Salvador, já estão em contagem regressiva para o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), que acontece nos dias 5 e 12 de novembro. Ao intensificar a preparação para as provas, a turma está envolvida no projeto FREDEM. Trata-se de um intensivo que promove revisões todas as segundas-feiras, com aulões no contra turno das aulas regulares, estimulando, assim, o aprendizado dos envolvidos.

O intensivo, iniciado há um ano, conta com aulas ministradas por alguns professores da unidade escolar e por estudantes universitários convidados da Universidade Federal da Bahia (UFBA), que apoiam a iniciativa de forma voluntária. As aulas acontecem das 13h30 às 16h, tempo dedicado para a promoção de debates sobre temas da atualidade, exibições de filmes, dicas de redação, análise de textos, aulas expositivas sobre os conteúdos das disciplinas e simulados.

Segundo a professora aposentada e idealizadora do projeto, Lívia Santarém, que atualmente atua de forma voluntária, o projeto tem contribuído muito para o aprendizado dos estudantes. “Estas aulas estão estimulando os estudantes porque discutimos diversos assuntos, nos quais eles expressam suas opiniões, revisam os conteúdos e melhoram o desempenho na escola. Além disso, eles têm o suporte da página do FREDEM no Facebook, onde disponibilizamos os resumos das aulas anteriores, bem como vídeos e textos trabalhados”, revela a educadora.

A estudante Laura Beatriz Imbiruçu, 17, 3º ano, está participando das aulas desde o início do ano. “Gosto muito das aulas porque complementam os estudos e são trabalhados conteúdo específicos do ENEM. São aulas dinâmicas, que fogem da monotonia da sala de aula convencional, pois discutimos temas atuais e isso contribui para a construção do nosso senso crítico”, afirma, animada.

Quem também não perde um dia de intensivo é Lucas Pereira de Jesus, 17, 2º ano. “Aproveito os momentos de aulas do FEDREM para tirar dúvidas, anotar dicas e ampliar minhas horas de estudos. Estou muito entusiasmado porque vou fazer o ENEM, este ano, pela primeira vez e o intensivo está me ajudando muito nessa preparação”, diz o estudante.

Fonte: ASCOM / SEC

SEC_NRE_HORIZONTAL-26

Colégio Odorico Tavares promove mostra sobre sustentabilidade

 

Os estudantes do 2º ano do Ensino Médio do Colégio Estadual Odorico Tavares, localizado no Corredor da Vitória, em Salvador, promoveram, nesta quarta-feira (30), a mostra de arte socioambiental “CEOT VIVO: tecendo uma escola sustentável”. A atividade envolveu apresentações musicais, sarau, exposições fotográficas e plantio de mudas nos jardins da unidade e foi realizada  em parceria com o Coletivo de Ciências Humanas e estudantes do curso de Belas Artes da Universidade Federal da Bahia (UFBA).

Para a ação, oficinas de dança, teatro, poesia, jardinagem e horta urbana foram realizadas durante toda a II unidade. “O que queremos é resgatar no aluno o sentimento de pertencimento desse local, que cada um perceba que o colégio é dele. É isso que estamos trabalhando aqui, a formação socioambiental dos estudantes e, a partir disso, desenvolver ações de preservação dos espaços da unidade, contando com a participação de toda comunidade escolar”, explica a professora de sociologia, Maria Madalena Santos.

Cada sala promoveu uma atividade diferente para apresentar diferentes formas de cuidado e proteção do meio ambiente. A turma do estudante Gabriel Sampaio, 15 anos, construiu uma horta vertical, feita com garrafas pet e caixotes de madeira presos a cordas. A cada visita ao estande, os alunos explicavam como é fácil ter uma horta em casa. “Para a mostra, participamos das oficinas e fizemos o plantio de mamão, alface e outras hortaliças. Estamos aprendemos muito com este projeto, principalmente a cuidar do meio ambiente. Também estou conversando com a minha família e com os amigos sobre formas de sustentabilidade”, conta Gabriel.

A estudante Helena Nathália Ribeiro, 16 anos, ministrou oficinas de jardinagem e horta urbana para os colegas. “Achei muito interessante a ideia do projeto, então resolvi passar para os colegas o que sei sobre sustentabilidade. Nas oficinas, ensinei como criar uma horta vertical, como fazer a compostagem caseira e expliquei que muitas plantas podem ser cultivadas em casa.  É só ter os devidos cuidados. Também mostrei como é possível ensinar a família a cuidar da horta de casa”, finaliza.

 Fonte: ASCOM / SEC

SEC_NTE_HORIZONTAL 26

Secretaria da Educação convoca 231 professores aprovados em seleção Reda

 Resultado de imagem para Secretaria da Educação convoca 231 professores aprovados em seleção Reda

A Secretaria da Educação do Estado publicou a convocação de mais 231 professores da Educação Básica e do Ensino Profissional, aprovados no processo seletivo simplificado em Regime Especial de Direito Administrativo (REDA). A lista foi publicada no Diário Oficial do Estado desta sexta-feira (1/9). Até o momento, a Secretaria já convocou 2.021 candidatos aprovados no processo seletivo realizado em maio deste ano.

O secretário da Educação do Estado, Walter Pinheiro, destaca que a contratação de novos professores e demais profissionais vai no sentido de fortalecer a Educação e faz parte de um conjunto de ações tocadas pelo governo. “O foco principal está no fortalecimento do eixo pedagógico das escolas. Portanto, convocamos os coordenadores pedagógicos que estavam lotados em unidades administrativas, em outros lugares, para voltarem para suas unidades escolares de origem e ampliamos a carga horária destes profissionais. Além disso, ampliamos a gratificação dos diretores escolares e ofertamos um abono para aqueles professores prestes a se aposentar que estão optando em permanecer em sala de aula.  Estamos também preparando um concurso público, já anunciado pelo governador Rui Costa, para mais de 3,4 mil professores e coordenadores pedagógicos”.

>> Clique para ver os editais

- 4 º EDITAL DE CONVOCAÇÃO REDA PROFESSOR DA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL 2017.pdf

- 9 º EDITAL DE CONVOCAÇÃO REDA EDUCAÇÃO BÁSICA E BÁSICA DO CAMPO 2017.pdf

 

Os candidatos aprovados têm o prazo de 10 dias úteis, a partir da data de divulgação, para comparecer no horário das 8h30 às 12h e das 14h às 17h30, nos seguintes locais: Secretaria da Educação do Estado situada na Avenida Luiz Viana Filho nº 550, 5ª avenida, CAB (Centro Administrativo da Bahia), 1° andar, sala 138, para os aprovados em Salvador.

Os aprovados para o interior do Estado deverão comparecer nas sedes dos Núcleos Territoriais de Educação (NTE) aos quais pertencem os municípios para os quais foram aprovados. É preciso levar uma série de documentos, dentre eles, originais e cópias do CPF, Identidade, certidão de nascimento e de casamento, se for o caso, e da carteira de trabalho.

Fonte: ASCOM/SEC

SEC_NTE_HORIZONTAL 26

Fanfarras escolares de Salvador realizam ensaio preparatório para o 7 de Setembro nesta sexta-feira

A imagem pode conter: 7 pessoas, pessoas em pé e atividades ao ar livre

 

Estudantes de quatro fanfarras de escolas da rede estadual, em Salvador (Colégios Estaduais Raul Sá, Helena Magalhães e  Pedro Ribeiro, além do Centro Estadual de Educação Profissional em Gestão e Negócios Navarro de Brito) irão realizar, nesta sexta-feira (1º), a partir das 9h, um pré-desfile do 7 de Setembro nos arredores do Colégio João Batista Caribé, em São Tomé de Paripe. A atividade integra a 5ª Etapa do Intercolegial de Bandas da Bahia e é mais um ensaio preparatório para o Desfile Cívico, que acontece na Avenida Sete, no Centro de Salvador.

As fanfarras da rede estadual desempenham um papel que vai além dos desfiles cívicos e campeonatos, funcionando como um ambiente de aprendizagem e de incentivo ao protagonismo estudantil. Trata-se, sobretudo, de uma oportunidade de trabalhar a disciplina dos estudantes e a educação artística-cultural, estabelecendo-se uma relação direta da escola com as comunidades do entorno.

 

Fonte: ASCOM / SEC
SEC_NTE_HORIZONTAL 26

Grafitaê muda relação de alunos com escola em Pau Miúdo

Nos muros do Colégio Estadual Marquês de Maricá, no bairro de Pau Miúdo, em Salvador, a arte do grafite expressa mensagens de empoderamento juvenil, pedidos de paz e amor, além de revelar preocupações com o tempo e com o racismo. Tudo escolhido, proposto e realizado pelos alunos da escola por meio do projeto ‘#Grafitaê: Escola conta e pinta a sua história’, da Secretaria da Educação do Estado.

O objetivo da iniciativa é levar a liberdade de expressão e a criatividade para as unidades de ensino, promovendo a interação entre os alunos. Mas o projeto tem ido além. Estudantes, professores e gestores revelam que a relação dos jovens com o ambiente escolar tem melhorado com o avanço do projeto de arte-educação.

Nesta sexta-feira (31), o Colégio Marquês de Maricá se despediu do projeto, que vai passar por 270 escolas estaduais até o fim de novembro. Para comemorar o sucesso do Grafitaê na unidade, os alunos apresentaram espetáculos de dança e de teatro. Segundo a professora de artes, Rita Leone, o grafite virou uma espécie de organização daquilo que passa na cabeça dos alunos. “Eles foram traduzindo angústias, expectativas, desejos, coloriram as dúvidas e transformaram tudo em arte. Isso é muito positivo para que esses jovens se sintam acolhidos em suas dúvidas”, explica a professora.

Para a diretora da instituição, Ângela Araújo, a iniciativa muda a relação do jovem com a escola e além dos muros. “O projeto, as oficinas e todas as atividades pedagógicas envolvidas melhoram muito a convivência, o processo de interação dos alunos com a escola, dos alunos com os professores e com toda a comunidade. Estimulam o protagonismo juvenil e melhoram muito as relações interpessoais dentro da unidade escolar. Quando o aluno tem um identidade e cria uma afinidade com a escola, ele consegue ter a sensação de pertencimento. Isso faz muita diferença no desempenho, no desejo de estar na escola e no processo de preservação do patrimônio. É algo que ficou muito evidente na caminhada desses meninos”, conta a diretora.

Processo criativo
Segundo o arte-educador e artista visual Denissena, o processo criativo aconteceu de forma muito natural com os estudantes do Colégio Marquês de Maricá. “A ideia sempre sempre foi estimular esses jovens que, desde o primeiro momento, apresentaram muito interesse em produzir. Esse processo foi bem orgânico. Cada um traz uma ideia, um sentimento e temas como diversidade cultural, empoderamento juvenil, respeito pelas diferenças e combate à intolerância religiosa. A arte tem essa contribuição de fazer as pessoas questionarem, e nada melhor do que trazer isso para dentro das escolas”, afirma o artista.

Para a aluna do 1º ano, Carolaine Nascimento, a arte é, sobretudo, uma forma de expressão. “Para mim foi uma experiência incrível porque escola não é só estar dentro das salas de aula, aprendendo as matérias básicas. A gente aprende aqui o que a gente vai usar para a vida. Eu gostei muito porque pude me expressar. O desenho que eu propus fala sobre isso: ser quem você quer, sem precisar de rótulos. A arte é uma forma diferente de falar”, destaca a estudante.

Fonte: ASCOM / SEC

SEC_NTE_HORIZONTAL 26

Flem lança programa de qualificação de jovens do Primeiro Emprego

Os jovens contratados por secretarias e órgãos estaduais têm mais uma oportunidade de qualificação. A Fundação Luís Eduardo Magalhães (Flem) lançou, nesta segunda-feira (28), o Programa de Aperfeiçoamento Profissional para egressos do programa estadual Primeiro Emprego. Realizado no Hotel Sol Bahia Express, em Patamares, o evento teve a presença de 481 técnicos oriundos da rede estadual de ensino.

Para quem já tem carteira assinada, o curso representa mais conhecimento e melhores chances de se firmar no mercado de trabalho. Com formação em técnico em informática, Darlan Souza atua há quatro meses na Secretaria da Educação do Estado, mas espera continuar aperfeiçoando o currículo. “É o que faz diferença hoje em dia. Eu sei que quanto mais conhecimento eu adquirir, mais chances de desenvolver uma boa carreira. É uma chance boa de melhorar meu futuro e eu vou correr atrás”

Com duração de dois anos, as aulas do programa serão disponibilizadas para os mais de 1,1 mil técnicos que já estão trabalhando. “O curso vai oferecer 300 horas de capacitação para todos os alocados no Primeiro Emprego, em todos os 27 territórios de identidade do estado, nas modalidades educação a distância, presencial e semipresencial”, explica a gerente do Programa Primeiro Emprego da Flem, Ana Gleise.

 

O curso será executado segundo a metodologia de Aprendizado Baseado em Problemas (PBL), que destaca o uso de um contexto clínico para o aprendizado e promove o desenvolvimento da habilidade de trabalhar em grupo. Para o professor Aldi Roldão, a modalidade proporciona o desenvolvimento da habilidade de trabalhar em grupo. “O que o mercado de trabalho mais exige hoje é um profissional capaz de gerar soluções e ser inovador. Essa metodologia estimula que as pessoas interajam o tempo todo e desenvolvam a capacidade de inovação”, destaca.

Lançado pelo governador Rui Costa em novembro de 2016, o Primeiro Emprego é uma ação social de combate ao desemprego dos jovens. Promovida pelo Governo do Estado, a iniciativa é voltada à inserção de egressos e estudantes da Educação Profissional no mercado de trabalho, além de estimular uma maior dedicação na sala de aula, justamente por contemplar aqueles com melhores resultados. A meta é preencher, apenas no setor público, 4,5 mil vagas até novembro de 2017 e outras 4,5 mil até novembro de 2018, totalizando 9 mil vagas.

Fonte: ASCOM / SEC

SEC_NTE_HORIZONTAL 26

Uneb está com inscrições abertas para cursos de pós-graduação na modalidade à distância

 

Resultado de imagem para Uneb está com inscrições abertas para cursos de pós-graduação na modalidade à distância

A Universidade do Estado da Bahia (UNEB) está com inscrições abertas, até o dia 4 de setembro, do processo seletivo para ingresso na pós-graduação Lato Sensu na modalidade à distância. São ofertadas 885 vagas para os cursos de Especialização em Gestão Pública; Gestão Pública Municipal; Gestão em Saúde; Educação à Distância; Interdisciplinar em Estudos Sociais e Humanidades e em Formação de Professores em Letras/LIBRAS, em conformidade com o Sistema Universidade Aberta do Brasil (UAB/CAPES/MEC). As inscrições são realizadas, exclusivamente, via internet, por meio do site http://www.selecao.uneb.br/unebeadpos2017

>> Clique aqui para fazer o Download do Edital

De acordo com o secretário da Educação do Estado, Walter Pinheiro, a oferta desses cursos vai ao encontro às ações adotadas pelo Estado da Bahia para o fortalecimento do eixo pedagógico nas escolas. “Esta é mais uma iniciativa voltada à formação de professores que atuam na rede estadual e também nas redes municipal de ensino, tendo como ponto fundamental o fortalecimento do eixo pedagógico nas escolas, na medida em que a pós-graduação amplia os conhecimentos dos professores. Eles, consequentemente, fazem esta devolutiva para as salas de aula, melhorando o seu desempenho profissional e também a qualidade da Educação”, afirmou.

A UNEAD publicará no site www.campusvirtual.uneb.br a homologação das inscrições, assim como o horário e polo onde os candidatos realizarão as provas, previtas para o dia 23 de setembro, de acordo com o número de inscritos. O resultado final será divulgado a partir do dia 17 de outubro de 2017.

Fonte: ASCOM / SEC

SEC_NTE_HORIZONTAL 26